10/05/2021 às 15h41min - Atualizada em 10/05/2021 às 15h41min

Novos confrontos deixam centenas de feridos em Jerusalém

Manifestantes palestinos e policiais israelenses se enfrentaram com mais de 500 feridos

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
Divulgação
Novos confrontos entre palestinos e policiais israelenses na Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém, deixaram centenas de feridos no "Dia de Jerusalém".Os confrontos têm ocorrido na Cidade Velha, no complexo da mesquita de Al-Aqsa, que é conhecida pelos muçulmanos como Santuário Nobre e pelos judeus como Monte do Templo.
Manifestantes atiraram pedras e a polícia respondeu com bombas de efeito moral e balas de borracha do lado de fora da mesquita. A polícia diz que os manifestantes atiraram pedras contra os policiais e em uma estrada adjacente, perto do Muro das Lamentações, onde milhares de judeus israelenses se reuniam para orar. Ao menos 180 pessoas ficaram feridas e 80 foram hospitalizadas, segundo médicos palestinos. Desde o início dos confrontos, mais de 500 se feriram.

 As tensões aumentaram após Israel anunciar que vai seguir com o despejo programado de famílias palestinas no bairro Sheikh Jarrah, em Jerusalém Oriental. Uma audiência que seria realizada nesta segunda na Suprema Corte de Israel, para analisar os despejos, foi adiada. Um tribunal de primeira instância já decidiu a favor da reivindicação dos colonos judeus sobre as terras onde as casas dos palestinos estão localizadas. Jerusalém Oriental é reivindicada como a futura capital da Palestina, e palestinos vêem a decisão como uma tentativa de Israel de expulsá-los da região. Israel diz que Jerusalém é sua capital e indivisível, mas a grande maioria dos países reconhece Tel Aviv como a capital do país. 
 
Para tentar diminuir as tensões, a polícia israelense disse que proibiu grupos judeus de fazerem visitas neste Dia de Jerusalém à praça sagrada que abriga al-Aqsa, que os judeus reverenciam como o local dos templos judaicos bíblicos. A polícia também estuda mudar o trajeto de uma marcha tradicional do Dia de Jerusalém, na qual milhares de jovens judeus com bandeiras israelenses caminham pelo Portão de Damasco da Cidade Velha e pelo Bairro Muçulmano.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

33746

views

89871

Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp