01/08/2022 às 10h55min - Atualizada em 01/08/2022 às 10h55min

Brasil receberá antiviral para casos graves contra varíola dos macacos

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
Divulgação

O ministro da Saúde afirmou que o Brasil receberá o antiviral tecovirimat, desenvolvido especificamente para tratar a varíola dos macacos, mas não estipulou prazo para a chegada do medicamento. A encomenda foi feita por intermédio da Opas (Organização Pan-Americana da Saúde). Em mensagem no Twitter, Queiroga disse que, num primeiro momento, apenas pessoas com casos mais graves da varíola dos macacos receberão o antiviral. O tecovirimat, aprovado em janeiro de 2022, bloqueia a disseminação do vírus e já é usado em alguns países como tratamento.  O Brasil registrava 1.066 casos de varíola dos macacos, a maioria deles em São Paulo e no Rio de Janeiro. O Ministério da Saúde está tratando a doença como "surto", o primeiro estágio da evolução de contágio, antes de epidemia e pandemia, como a covid-19. Horas após a confirmação da primeira morte no Brasil por varíola dos macacos, o Ministério da Saúde disse que encomendou 50 mil doses da vacina contra a doença. A expectativa é de que cerca de 20 mil doses cheguem em setembro e o restante em outubro. O Ministério da Saúde argumenta que a vacinação em massa não é preconizada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em países não endêmicos para a enfermidade. A recomendação, até o momento, é que sejam imunizadas pessoas que tiveram contato com casos suspeitos e profissionais de saúde com alto risco ocupacional diante da exposição ao vírus.

Em maio, uma pesquisa publicada na revista científica The Lancet Infectious Diseases aponta que o antiviral tecovirimat pode ser eficaz em reduzir a transmissibilidade do vírus e a duração dos sintomas da varíola dos macacos.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

33746

views

89871

Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp