06/09/2021 às 16h12min - Atualizada em 06/09/2021 às 16h12min

Homem é preso após agredir e espancar companheira até a morte em Mairinque

Criminoso já havia sido preso por matar duas pessoas no interior de SP

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
Divulgação
Um homem foi preso no último sábado (4) por agredir e espancar a namorada até a morte na cidade de Mairinque. Após matar a companheira, Regiane Ferreira Reis, de 47 anos, o criminoso, Rodolfo Valentino da Silva, fugiu para um matagal antes da chegada da Polícia. O irmão do criminoso, Alexandro da Silva Ribeiro, disse durante uma entrevista, que ao chegar do trabalho, localizou o corpo da mulher já sem vida, caído no quarto do casal. O criminoso já tinha passagem pela Polícia e havia sido preso por homicídio de uma mulher e um homem em outra cidade no interior do Estado.  A Polícia Militar foi informada através de depoimentos que o assassino bateu a cabeça da vítima na parede e no chão por diversas vezes, arrastou a mesma para debaixo do chuveiro e depois jogou a mulher dentro do quarto. Segundo testemunhas a vítima estava muito ferida e não resistiu aos ferimentos. Os familiares da vítima informaram que a Regina tinha medo de deixar o criminoso e por isso não terminava o relacionamento. A vítima já estava com o assassino a mais de 1 ano e segundo amigos e familiares era agredida constantemente pelo criminoso. Regina foi espancada até a morte pelo criminoso (companheiro) no local onde morava, no bairro Granada, na cidade de Mairinque. Uma equipe do SAMU atendeu a ocorrência, mas ao chegar ao local a vítima já estava sem vida. A Polícia Militar conseguiu capturar o criminoso escondido em um matagal próximo ao local do crime. Em depoimento na delegacia, o assassino alegou que foi um acidente.  A Polícia Civil e peritos do Instituto de Criminalística de Sorocaba estiveram no local. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública do Estado de SP (SSP), o número de casos de violência contra a mulher passou de 29 mil entre janeiro e julho de 2021. Os números relatam que são mais de 130 casos por dia, uma agressão a cada 12 minutos e muitas ocorrências de feminicídios.
 



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29902

views

80399

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp