02/09/2021 às 11h59min - Atualizada em 02/09/2021 às 11h59min

PF apreende HDs, pen drives e celular em ação de combate à exploração sexual infanto-juvenil na cidade de Campinas

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos na metrópole e também em Jundiaí. Ninguém foi preso.

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
Divulgação
A Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreensão em Campinas (SP) durante ação de combate à exploração sexual infanto-juvenil. Dispositivos eletrônicos foram apreendidos pela equipe na metrópole. Ninguém foi preso. As investigações apontaram para locais que possuem equipamentos usados no armazenamento e no compartilhamento de imagens criminosas de pornografia infantil, que ocorre por meio de redes sociais e redes de compartilhamento de arquivos. Em Campinas, os policiais encontraram dois HDs, um celular e dois pen drives. Os equipamentos serão periciados pelo Núcleo Técnico-Cientifico da PF em Campinas. O local da apreensão não foi divulgado. Também houve um mandado cumprido na região de Jundiaí (SP), em Várzea Paulista, nesta manhã, mas nada foi apreendido. A PF busca identificar pessoas ligadas à atividade criminosa e também possíveis vítimas.
"As investigações foram iniciadas a partir de cooperação jurídica internacional, tendo sido acionado o Núcleo de Repressão aos Crimes de Ódio e à Pornografia Infantil na Internet da Polícia Federal (NURCOP). Foram identificados usuários de redes sociais que realizaram milhares de transmissões de arquivos contendo cenas de pedofilia", informou o órgão federal.
Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Campinas e de Jundiaí. As penas previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente para crimes de produção, posse e transmissão desses arquivos ilegais podem, somadas, chegar a 18 anos de prisão.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29754

views

80068

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp