27/02/2020 às 08h43min - Atualizada em 27/02/2020 às 08h43min

Morador de São Roque é suspeito de ter contraído coronavírus na Itália e está sendo monitorado pela Secretária da Saúde

Segundo o boletim, morador viajou para o exterior nos últimos dias. Caso confirmado da doença é de homem da capital.

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
RG
RG
A Secretaria de Estado da Saúde confirmou na quarta-feira (26) um caso suspeito do novo coronavírus na cidade de  São Roque. O caso também foi confirmado pelo Ministério da Saúde e o homem de 40 anos está sendo monitorado.
O primeiro caso de COVID-19 confirmado no Brasil é de um morador da capital e esteve, em fevereiro, na Itália. O paciente retornou ao Brasil em 21 de fevereiro e apresentou sintomas suspeitos, como tosse, coriza e febre, compatíveis com a suspeita de COVID-19. O paciente confirmado procurou o Hospital Israelita Albert Einstein, que deu a confirmação oficial para a doença. Na quarta-feira (26), o Ministério da Saúde está  monitorando 11 adultos, sendo 9 residentes na capital, 1 em Lorena e 1 em São Roque. Além dos sintomas respiratórios, os pacientes têm histórico de viagem, sendo um dos casos com passagem pela China, nove pela Itália e um que teve contato com caso suspeito. Em nota divulgada a imprensa, a prefeitura de São Roque informou que o homem de 40 anos encontra-se internado em São Paulo com sintomas amenos. A família disse à administração municipal que foi indicada a observação e exames por conta de o paciente ter estado no norte da Itália. Ainda segundo o que os parentes afirmaram à prefeitura, o morador não voltou para o Brasil no mesmo avião que o paciente internado com a confirmação da infecção.

Dicas de prevenção:

  • Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;
  • Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;
  • Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente;
  • Quem for viajar aos locais com circulação do vírus deve evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercados de animais e seus produtos.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29774

views

80129

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp