12/08/2021 às 11h04min - Atualizada em 12/08/2021 às 11h04min

Acusado de matar esposa espancada e se deitar ao lado do corpo para dormir é condenado a 4 anos em regime semiaberto

Karina Tedesco Palmeira, de 24 anos, foi agredida durante discussão, e assassinada pelo companheiro em Votorantim.

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
Divulgação
rapaz acusado de assassinar a mulher de 24 anos com socos e ainda se deitar ao lado do corpo dela para dormir após o crime, em Votorantim (SP), foi condenado a quatro anos de prisão em regime semiaberto.
A decisão do júri, condenou Rodrigo Alves Oliveira por lesão corporal seguida de morte. No entanto, como ele já cumpriu três anos da pena, foi concedido o alvará de soltura e o rapaz irá responder em liberdade.
Rodrigo já havia sido denunciado por homicídio qualificado, mas a Justiça converteu o crime para lesão corporal seguida de morte. O rapaz morava com a esposa, Karina Tedesco Palmeira, na Rua Pastor Carlos de Assumpção Mena, no Parque Jataí. De acordo com a Polícia Militar, o réu contou que havia discutido com Karina durante a madrugada e que ela estava alterada durante a briga. Segundo o jovem, que na época tinha 23 anos, ele só percebeu que a esposa estava desacordada na manhã seguinte. Rodrigo chamou a emergência e foi até o hospital, onde a morte da mulher foi confirmada.
A delegada Adriana de Sousa Pinto, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Votorantim, informou na época que o rapaz tinha agredido a mulher com socos e se deitado ao lado dela para dormir.
O corpo da jovem apresentava diversos hematomas, inclusive no rosto. Conforme o depoimento da equipe médica, Rodrigo estava nervoso e também tinha hematomas nas mãos. Por isso, a PM foi acionada e uma equipe foi até a casa do casal. No local, os policiais encontraram marcas de sangue no quarto e no banheiro. Diante das evidências, ele foi preso por feminicídio e encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Sorocaba.

 

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29902

views

80399

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp