16/06/2021 às 12h21min - Atualizada em 16/06/2021 às 12h21min

Adolescente sem diploma do ensino médio que pretendia entrar na faculdade através de processo judicial desistiu de ação

Ela entrou na Justiça em abril deste ano para conseguir fazer a matrícula porque não tinha o diploma do ensino médio.

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
Divulgação
A família da adolescente Elisa de Oliveira Flemer, de 17 anos, que foi proibida pela Justiça de cursar uma faculdade após fazer "homeschooling", informou que desistiu do processo contra a Universidade de São Paulo (USP).
Elisa conseguiu quase mil na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e conquistou o 5º lugar no curso de engenharia civil da Escola Politécnica da USP, por meio do Sisu. A família da adolescente entrou na Justiça em abril deste ano para que a jovem fosse matriculada na USP sem o diploma do ensino médio.
Elisa não frequenta a escola desde 2018 e passou a estudar em casa, seguindo um método próprio. A mãe de Elisa, Rita de Cássia de Oliveira, contou que a filha pretende, agora, se dedicar ao sonho de estudar em uma universidade nos Estados Unidos.
Uma liminar foi concedida para que a jovem garantisse a matrícula, mas ainda havia a possibilidade de ocorrer uma disputa judicial. De acordo com a família da adolescente, essa insegurança do que poderia ocorrer motivou a desistência do processo. Atualmente, a jovem está focada em outros projetos e encontrou ajuda e orientação para concorrer a bolsas no exterior.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29902

views

80399

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp