14/05/2021 às 11h50min - Atualizada em 14/05/2021 às 11h50min

Corinthians leva um baile do Peñarol e é eliminado da Copa Sul-Americana

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
UOL
Divulgação
Corinthians está eliminado da Copa Sul-Americana. Na noite desta quinta (13), o Timão visitou o Peñarol em Montevidéu e foi goleado por 4 a 0. Os uruguaios não tomaram conhecimento do Time B do Alvinegro e venceram com extrema facilidade, dominando a partida do início ao fim. Com o resultado, a equipe do Parque São Jorge apenas cumprirá tabela nos dois próximos jogos do torneio continental.
 
A equipe comandada por Vagner Mancini foi para o Uruguai precisando da vitória para se manter viva na competição. Apesar disso, o Corinthians optou por poupar seis titulares (Luan, João Victor, Jemerson, Gabriel, Ramiro e Fagner) e foi a campo com um time reserva. Enquanto isso, o Peñarol folgou no fim de semana e foi para a partida com sua formação principal.

O resultado foi um baile dos uruguaios no estádio Campeón Del Siglo. O Corinthians chegou a acertar duas bolas na trave, uma com Roni e outra com Otero, mas não conseguiu combater o domínio carbonero em campo. No fim, a goleada por 4 a 0 até que saiu de bom tamanho visto o que foi apresentado em campo e a diferença técnica entre as duas equipes.

O Grupo E da Sula

Com a derrota, o Corinthians estacionou nos quatro pontos e viu o Peñarol chegar a 12 na chave. Como apenas o campeão do grupo avança para a fase oitavas de final, o Timão está eliminado. Ainda restam dois jogos, contra o Sport Huancayo e o River Plate — ambos na Neo Química Arena —, e a equipe apenas cumprirá tabela na competição.

Baile carbonero

O Corinthians não viu a cor da bola nos primeiros 20 minutos da partida. Acuado em seu campo de defesa, o Timão acompanhou os atacantes Facundo Torres e Álvarez Martínez tomarem conta da partida e definirem o resultado logo no começo do confronto. O primeiro gol foi de Martínez, de cabeça, após cobrança de escanteio. O goleiro Cássio chegou a encostar na bola e os corintianos reclamaram que ela não havia ultrapassado a linha, mas o árbitro Nestor Pitana validou a jogada.

O segundo gol nasceu em uma jogada rápida pelo lado direito do ataque do Peñarol. Facundo Torres passou pelos marcadores do Timão, invadiu a área e cruzou rasteiro para González chegar de carrinho e fazer o segundo. Os uruguaios poderiam ter feito mais dois ou três gols nos primeiros 45 minutos, mas pararam na trave, em Cássio e nos erros de finalização.

Peñarol muda o ritmo, mas mantém domínio

Mesmo com o time da casa diminuindo o ritmo na etapa final, o que se viu em campo foi à mesma superioridade uruguaia. Ainda com Torres e Martínez na partida, o Peñarol conseguiu o terceiro gol em jogada individual de Canobbio, que recebeu lançamento dentro da área, limpou o volante Camacho e bateu chapado, sem chances de defesa para Cássio.

O quarto gol foi um erro coletivo do Corinthians na linha de impedimento. Depois de um escanteio afastado pela zaga, o volante Mandaca — improvisado como lateral-direito - não saiu da área e deu condição para Facundo Torres receber passe após rebote e sair completamente livre na pequena área para dar números finais ao confronto.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

33746

views

89871

Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp