02/04/2021 às 17h58min - Atualizada em 04/04/2021 às 17h58min

Palma de Ouro de Anselmo Duarte é encontrada em cofre com senha perdida após dez anos em Salto

Prêmio foi conquistado no Festival de Cannes, em 1962, pelo filme 'O pagador de promessas'.

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
RG
A Palma de Ouro conquistada no Festival de Cannes, em 1962, pelo diretor Anselmo Duarte ficou quase dez anos trancada em um cofre que ninguém sabia a senha, em Salto (SP). O prêmio foi pelo filme “O pagador de promessas”.
Foi preciso arrombar o cofre, que fica na antiga Prefeitura de Salto, para ter certeza de que o troféu estava guardado. O processo levou uma hora e meia.
A Palma de Ouro original estava protegida em uma caixa improvisada e foi localizada no dia 18 de março. Atualmente, lá funciona o prédio de serviço de água e esgoto da cidade.
Anselmo Duarte Júnior, um dos quatro filhos do artista, mora em Natal (RN) e acompanhou tudo pela internet.
A combinação de senha e chave não abriu o cofre e foi preciso contratar um especialista para ver o que estava guardado. Eram documentos, cheques e o prêmio.
Anselmo Duarte nasceu em Salto, em 1920, e ainda criança conheceu o cinema trabalhando como molhador de tela. Na época, uma função necessária para a projeção dos filmes.
O trabalho, que geralmente era feito por crianças, garantia que a tela ficasse sempre úmida para evitar incêndio e garantir mais brilho a projeção. Foi assim que Anselmo teve os primeiros contatos com o cinema.(RG)

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

30349

views

81464

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp