03/02/2022 às 11h43min - Atualizada em 03/02/2022 às 11h43min

Sylvinho é demitido do Corinthians após derrota para o Santos na arena

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
UOL
Divulgação
Sylvinho não é mais o treinador do Corinthians. Após a derrota de virada, contra o Santos, nesta quarta (2), a diretoria do Timão se reuniu com o comandante ainda no vestiário da Neo Química Arena e comunicou a decisão de retirá-lo do cargo. O treinador deixa o Alvinegro após quase nove meses no clube, com 43 partidas e 48% de aproveitamento dos pontos disputados.
"Após o jogo nos reunimos no vestiário eu e a diretoria de futebol e entendemos que é o momento de interromper o trabalho do nosso treinador e fazer uma correção de rota. Aproveito para agradecer todo o empenho do Sylvinho, todo o trabalho e toda dedicação ao Corinthians. Amanhã nos reuniremos para definir os próximos passos", comunicou o presidente Duilio Monteiro Alves em um rápido pronunciamento pelo canal do clube no YouTube.
Jogador do Corinthians na década de 1990, Sylvinho foi contratado em maio do ano passado com a missão de recolocar o clube do Parque São Jorge na Copa Libertadores. Depois de ganhar os reforços de Giuliano, Roger Guedes, Willian e Renato Augusto, a equipe disparou no segundo turno e conseguiu a tão sonhada classificação para o torneio continental ao terminar o Brasileirão na quinta colocação.
A princípio, o planejamento da diretoria era mantê-lo no comando técnico da equipe para a disputa da Copa Libertadores. Afinal, Sylvinho contava com o apoio de todas as lideranças do elenco, sem exceções, e era elogiado nos bastidores do CT Joaquim Grava. Apontado como um trabalhador obstinado, o ex-comandante do Corinthians passava de 12 a 15 horas no clube e contava com o apoio da cúpula do futebol, formada por Duilio Monteiro Alves, Alessandro Nunes e Roberto de Andrade.
O que pesou na decisão foi a pressão externa e, sobretudo, as vaias nas arquibancadas. No último fim de semana, em Santo André, Sylvinho ouviu reclamação dos torcedores. No clássico desta quarta, perdido de virada para o Santos, todos os setores da Neo Química Arena pediram a saída do treinador. Além disso, a Gaviões da Fiel — principal organizada do clube — convocou um protesto na porta do centro de treinamento para a manhã do próximo sábado. Sentindo-se encurralado, o presidente Duilio acatou aos pedidos dos torcedores e tomou a decisão.
Ao todo, Sylvinho trabalhou no Corinthians por quase nove meses e disputou a Copa do Brasil, o Campeonato Brasileiro e três partidas do Paulistão desta temporada. Foram 43 jogos, com 16 vitórias, 14 empates e 13 derrotas, tendo iniciado os trabalhos com um elenco fraco, até mesmo segundo avaliação da própria diretoria, mas terminado com jogadores de peso no vestiário, sem que a equipe mostrasse um bom futebol, de maneira consistente, neste início de temporada.
O clube não deu detalhes dos próximos passos, mas a tendência é de que Fernando Lázaro assuma o comando da equipe de forma interina até a contratação de um novo treinador para o Corinthians.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29774

views

80129

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp