14/01/2022 às 10h30min - Atualizada em 14/01/2022 às 10h30min

Atlético-MG se complica na Justiça e tem bloqueio de vendas de três jogadores; entenda

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
Torcedores.com
Divulgação

Galo acumula diversos processos movidos pelo renomado agente

O Atlético-MG teve eventuais futuras vendas bloqueadas por conta de dívidas com o agente e empresário André Cury. A determinação foi anunciada pela Justiça de São Paulo, e traz o bloqueio em possíveis vendas de Arana, Guga e de Allan.

A decisão foi proferida pelo juiz Carlos Goldman, integrante da 39ª Vara Cível do Foro Central de São Paulo na última terça-feira (11). No final do ano passado, o magistrado já havia determinado a penhora do prêmio concedido ao Galo pelo título do Brasileirão.

O bloqueio sobre estas três eventuais vendas se deve por conta de uma dívida vigente pela contratação do atacante Franco Di Santo, orçada em R$ 1,4 milhão. Contudo, as dívidas do Atlético-MG com André Cury ultrapassam a casa dos R$ 52 milhões. Neste caso mais recente, só haverá o bloqueio se um dos atletas do trio for vendido.

Ao todo, Cury e seus representantes já acionaram 24 processos contra o Galo, como por exemplo em ações referentes a Guilherme Arana, Luan, Marcos Rocha, Lucas Pratto, Vina, Rosinei, Jose Welison, Denilson, entre outros.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

32527

views

86686

Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp