23/12/2021 às 17h03min - Atualizada em 23/12/2021 às 17h03min

Bombeiros encontram corpo de caminhoneiro que caiu no Rio Paranapanema; três idosos também morreram

Carro e caminhão caíram após uma batida na ponte da Rodovia Raposo Tavares que liga Paranapanema a Itaí (SP). Quatro pessoas morreram no acidente, sendo três idosos que estavam no carro e o caminhoneiro de 42 anos.

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
g1
Divulgação

Bombeiros encontraram, na tarde desta quarta-feira (22), o corpo do caminhoneiro que caiu de uma ponte na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Paranapanema (SP), na manhã de terça (21). Além do caminhão, um carro também caiu no Rio Paranapanema durante o acidente, e três idosos morreram.

O caminhoneiro foi identificado como André Dias de Oliveira, de 42 anos, natural de Assis. Segundo o boletim de ocorrência, ele tinha saído de Jundiaí e iria para Ourinhos entregar uma carga de adubo.

De acordo com os bombeiros, o corpo de André foi retirado de dentro da cabine do caminhão, que está submerso, e levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Avaré.

As equipes também fizeram duas tentativas para retirar o veículo da água, com guinchos, mas os cabos de aço arrebentaram e não foi possível fazer a retirada.

A Polícia Civil vai investigar as causas do acidente, mas inicialmente, obteve a informação de que o motorista do carro tentou ultrapassar um caminhão semi-reboque na ponte, mas acabou batendo de frente com outro caminhão que seguia no sentido contrário da rodovia.

Com a batida, o carro foi arremessado e bateu no caminhão que ele tentou ultrapassar, e os dois caíram no Rio Paranapanema. O carro foi retirado do rio ainda na terça-feira (21), assim como os corpos de três idosos que viajavam no veículo.

As vítimas são Antônio Toledo do Amaral, de 79 anos e que dirigia o carro, Antônia Rivera do Amaral, de 76 anos e esposa de Antônio, e Benedita da Silva Pereira, de 74 anos e prima de Antônia.

Segundo parentes, eles estavam voltando para Manduri depois de passarem alguns dias em Sorocaba. Os idosos foram velados na tarde desta quarta-feira (22) em Itaporanga e Avaré.

“Eles eram felizes, estavam sempre sorridentes. Gostavam de tocar sanfona, tocar violão... Estavam sempre cantando e transmitido para os outros felicidade”, disse o genro do casal, Elson de Oliveira.

O motorista do primeiro caminhão atingido, de Buri, teve apenas ferimentos leves.

O trabalho de resgate envolveu equipes do Corpo de Bombeiros de Itaí, Avaré, Piraju, Itapetininga e Sorocaba. O primeiro corpo retirado do rio foi o de Antônio, que estava entre os veículos submersos a cerca de 13 metros de profundidade.

Segundo os bombeiros, o carro foi achado bastante destruído e as equipes retiraram as outras duas vítimas de dentro dele. Em seguida, o corpo do caminhoneiro foi resgatado, e a corporação também estuda uma forma de retirar o caminhão de dentro da água.

O trecho onde ocorreu o acidente teve que ser interditado para o atendimento da ocorrência, e os veículos seguiam no sistema "pare e siga" até o início da tarde de terça-feira (21), quando a rodovia foi liberada.

Um engenheiro do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) esteve no local do acidente e informou que a estrutura da ponte não foi comprometida.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

32527

views

86686

Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp