13/12/2021 às 12h05min - Atualizada em 13/12/2021 às 12h05min

Verstappen ultrapassa Hamilton na última volta em Abu Dhabi e é campeão da F1

Holandês largou da pole, chegou a perder liderança para rival, mas recuperou posição no final da prova para se tornar o primeiro holandês campeão da história; Hamilton e Sainz completam pódio

- gazetagazeta.redacao@yahoo.com.br
GE
Divulgação

Com emoção do início até a bandeirada, Max Verstappen reconquistou na volta final do GP de Abu Dhabi a liderança que perdeu no começo da corrida neste domingo, para abraçar a vitória que lhe rendeu seu primeiro título na Fórmula 1. O holandês foi ultrapassado por Lewis Hamilton na largada e chegou a tocar no rival na curva 1. No entanto, no fim da prova um safety car acionado por uma batida de Nicholas Latifi permitiu que Max se aproximasse do rival e o superasse no 58º giro. Carlos Sainz completa o pódio, em terceiro.

A dupla protagonizou uma rivalidade ferrenha em 2021. Revezando-se na liderança do campeonato de pilotos ao longo do ano, chegaram no Circuito de Yas Marina empatados em 369,5 pontos. Com o triunfo e a volta mais rápida, Verstappen anotou 26 tentos que lhe mantiveram na ponta do Mundial, com 395,5 pontos - oito a mais que Hamilton.

Hamilton liderou 57 das 58 voltas da prova no Circuito de Yas Marina. Porém, o safety car que decidiu o resultado da corrida e do campeonato veio no 54º giro: Nicholas Latifi, da Williams, bateu na barreira de proteção na curva 9 quando disputava uma posição com Mick Schumacher.

Assim como as etapas anteriores, o GP de Abu Dhabi teve contato entre os protagonistas do campeonato: depois de perder a liderança na largada, Verstappen espalhou o carro sobre o rival da Mercedes. Os dois chegaram a tocar pneus, mas Hamilton manteve a posição ao sair pela área de escape.

Apesar de perder o campeonato de pilotos, a Mercedes garantiu com o segundo lugar em Yas Marina seu oitavo título de construtores, anotando 613,5 pontos contra 585,5 da rival RBR. Companheiro de Hamilton na equipe alemã, Valtteri Bottas ficou com a terceira colocação no Mundial.

A agora octacampeã de construtores chegou a protocolar dois protestos após a prova, alegando ultrapassagem de Verstappen sob safety car e o não cumprimento das regras de relargada pela direção de prova. Os pedidos foram rejeitados.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

32527

views

86686

Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp