27/09/2021 às 12h10min - Atualizada em 27/09/2021 às 12h10min

Corinthians atropela o Palmeiras e ganha o Brasileiro Feminino pela 3ª vez

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
Divulgação
 
Corinthians dominou o Palmeiras e, com uma atuação muito superior na Neo Química Arena, venceu por 3 a 1 a grande final do Brasileiro Feminino. Como também havia vencido na ida, por 1 a 0, a equipe do Parque São Jorge conquista seu terceiro título do torneio, o Timão também levou a melhor em 2018 e 2020.
Mesmo com a vantagem conquistada na ida, o time da casa se impôs desde o início. Agustina, contra, Adriana e Vic Albuquerque, de bicicleta, marcaram para o Alvinegro ainda antes do intervalo. Na etapa complementar, Camilinha conseguiu descontar para as visitantes.
Após a festa do título, o Corinthians volta a campo pelo Paulista Feminino, onde também é líder, com 16 pontos. O clube recebe Pinda, no Parque São Jorge, pela sétima rodada. No mesmo dia, às 15h, o Palmeiras tenta, no
Os primeiros 20 minutos de jogo até que foram equilibrados. Júlia Bianchi, do Palmeiras, acertou um belo chute de fora da área e Adriana respondeu para o Corinthians ao ficar cara a cara com a goleira. Mas, depois disso, o Corinthians dominou completamente a partida.
Adriana partiu em velocidade pela direita aos 22, deixou a goleira Jully na saudade e rolou para o meio. A argentina Agustina veio toda afobada para a bola e acabou mandando contra a própria meta para abrir o placar.
O gol fez com que as palestrinas se perdessem por completo em campo. Yasmim roubou a bola de Agustina no meio-campo e deu um lindo toque para Gabi Portilho, na entrada área. Contudo, a bola chegou em Adriana, que vinha chegando com tudo na direita. De cara para o gol, ela só calibrou o pé e saiu correndo para o abraço.
Se o segundo gol foi bonito, o terceiro foi uma pintura. Vic Albuquerque recebeu dentro da área e teve tempo para dominar no peito e emendar uma bicicleta. A bola entrou no cantinho esquerdo de Jully, que correu para tentar, sem sucesso, evitar o terceiro gol.
Duda Santos, que deixou a partida contra o mesmo Corinthians, pelo Paulista, machucada na quarta (22) veio para o segundo tempo. A entrada da jogadora era uma tentativa do técnico Ricardo Belli de ainda buscar algo na partida, que estava completamente desfavorável.
Com quatro gols de vantagem no agregado, o Corinthians não saiu tanto para, entretanto seguiu levando perigo. Vic Albuquerque recebeu sozinha, correu até a entrada da área e marcou mais um aos 13 minutos. Mas a arbitragem anulou, anotando impedimento no lance.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29754

views

80068

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp