03/08/2021 às 10h50min - Atualizada em 03/08/2021 às 10h50min

Pai relata alívio ao receber ajuda de PMs ao encontrar filha de 5 anos com convulsão em casa: ‘Foram heróis'

Caso foi registrado no bairro Central Parque, em Sorocaba. Criança passa bem e, após a alta, recebeu visita dos policiais e ganhou presentes.

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
G1
Divulgação
Uma viatura da PM que fazia patrulhamento pelo bairro Central Parque, em Sorocaba (SP), recebeu a missão via rádio de ajudar um morador que estava com a filha de cinco anos com convulsão a poucos metros de distância. Os policiais conseguiram chegar a tempo, socorreram a menina e a levaram para o hospital, onde recebeu atendimento.
Para o pai, Erivaldo Pereira dos Santos, o socorro foi de extrema importância, pois sua filha já estava desacordada no colo. Ele conta que estava no trabalho, quando recebeu a ligação de seu filho dizendo que a criança havia engasgado.
“Minha irmã fez a manobra e minha filha conseguiu vomitar um pouco, mas ficou desacordada, só mexendo o olho. A viatura estava passando, o policial era um conhecido da gente. Ele a colocou na viatura e a levou para o Regional”, explica.
O policial conhecido da família e responsável pela ajuda é o cabo Christovam Rocha Medeiros. Para ele, é uma “sensação indescritível” participar da ação que ajudou a salvar a vida de Vitória Maria da Silva Santos.
“Não tem como não se emocionar. Eu tenho filhos, dois deles já precisaram de manobras para socorro por ter engasgado”, explica.
Segundo Christovam, a viatura havia recebido um chamado via Copom para comparecer rapidamente ao local. Vitória foi levada para o hospital, onde permaneceu internada por dois dias.
Segundo o pai, a criança passou por uma bateria de exames para descobrir a causa da convulsão, mas nada foi acusado. “Vamos passar no psicólogo para ver se é nervosismo”, diz.
Após receber alta, os policiais visitaram Vitória em sua casa para lhe entregar presentes. Erivaldo diz que a filha ficou extremamente feliz com a visita e que agora está extremamente apegada à Christovam. “Agora ela o vê e já quer tirar foto. Ele virou o anjo da guarda dela”, conta.
Para Erivaldo, a ajuda do policial foi de essencial para que sua filha ficasse bem. “Se não fossem eles, nós não teríamos como levá-la. Eles foram uns heróis, foram eles que a salvaram”, agradece.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29902

views

80399

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp