03/08/2021 às 10h09min - Atualizada em 03/08/2021 às 10h09min

Motorista de caminhão alvo de tentativa de assalto que terminou em morte de PMs da reserva é preso

Tentativa de assalto foi registrada na rodovia Anhanguera, na região de Jundiaí (SP), no dia 28 de julho. Corpos de Eliseu Aparecido Silva Parreira e Paulo Roberto de Oliveira foram encontrados 7 horas após o crime; caminhão estava com carga avaliada em R$ 3 milhões.

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
G1
Divulgação
A Polícia Civil prendeu temporariamente o motorista do caminhão que foi alvo de uma tentativa de roubo que terminou na morte de dois policias militares no dia 28 de julho, na região de Jundiaí (SP). A prisão ocorreu na capital paulista.
De acordo com a delegacia de Cajamar, o motorista apresentou versões divergentes do caso. O envolvimento dele no crime será investigado. A suspeita é de que ele seja cúmplice dos criminosos que mataram os policias Eliseu Aparecido Silva Parreira, de 57 anos, e Paulo Roberto de Oliveira, de 52.
O caminhão estava com carga de celulares da Samsung avaliada em R$ 3 milhões. O motorista permanece preso por 30 dias na cadeia de Cajamar. Os outros criminosos não foram identificados até o momento.
Um carro com as mesmas características de um dos veículos usados por criminosos na tentativa de assalto 
foi encontrado incendiado na quinta-feira (29), na Estrada da Vargem Grande, em Franco da Rocha (SP). Ele será periciado.
Além dele, um segundo carro também foi identificado pelo 1º DP de Sumaré e aponta que veículo teria sido usado como "molde" para ser o carro dublê na ação dos criminosos.
Os policias estavam fazendo escolta de um caminhão com carga avaliada em R$ 3 milhões, quando criminosos fortemente armados abordaram o caminhão, que transportava celulares da Samsung.
De acordo com as informações, o motorista do caminhão teria desembarcado e fugido durante a chegada dos ladrões depois de acionar o botão do pânico. O veículo foi trancado e os criminosos não conseguiram levar a carga.
Os corpos de Eliseu Aparecido Silva Parreira, de 57 anos, e Paulo Roberto de Oliveira, de 52, só foram encontrados sete horas após o crime. O carro em que eles estavam foi achado em um barranco com marcas de tiros de fuzil, na altura do quilômetro 46 da Rodovia Anhanguera, entre Cajamar e Jundiaí.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29754

views

80068

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp