02/08/2021 às 11h25min - Atualizada em 02/08/2021 às 11h25min

Homem dá tapa em celular de jornalista que registrava manifestação a favor do voto impresso.

Confusão foi registrada durante ato em Sorocaba (SP) neste domingo (1). Jornalista diz que vai registrar boletim de ocorrência.

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
G1
Divulgação
Um jornalista que registrava a manifestação feita a favor do voto impresso, neste domingo (1), em Sorocaba (SP), teve sua gravação interrompida por um dos
O jornalista Reinaldo Galhardo seguia com os manifestantes e gravava com o celular, quando um homem saiu do grupo e derrubou o aparelho. Na sequência, um grupo avançou em direção ao repórter
Reinaldo afirmou que a confusão começou por questão partidária. Ele alega que um casal viu seu o celular, que é vermelho, e achou que ele era petista.
"Vieram me hostilizar por conta disso e acabaram quebrando meu celular, quebrou a tela, sem ao menos me perguntar. Só porque meu celular era vermelho. Um deles me atingiu com golpe pelas costas. Estava trabalhando e nem quiseram saber. Tentei registrar boletim de ocorrência, mas tinham dois flagrantes e orientaram fazer pela internet. Quero pedir indenização. Lamentável o que aconteceu", diz.
Ainda segundo Reinaldo, ele procurou uma equipe da PM que fazia escolta no evento para registrar o caso e conduzir os envolvidos na delegacia. Porém, ele alega que o pedido não foi atendido.
A manifestação em Sorocaba foi realizada às 16h em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O grupo se concentrou no estacionamento do Paço Municipal por volta das 16h. Uma carreata estava prevista, mas foi cancelada.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29754

views

80068

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp