20/07/2021 às 11h13min - Atualizada em 20/07/2021 às 11h13min

Morador de rua é encontrado morto na região do Parque Dom Pedro II, no Centro de SP; PM diz que frio pode ser a causa da morte

CGE registrou média de 8ºC na cidade na manhã de ontem segunda (19). O corpo do homem foi encontrado sem vida por volta das 5h e a morte foi atestada por socorristas do Samu. Em junho, sete moradores de rua morreram por causa das baixas temperaturas na cidade, segundo entidade.

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
G1
Divulgação
Um morador em situação de rua foi encontrado morto por volta das 5h da manhã de ontem segunda-feira (19) nas imediações do Terminal Parque Dom Pedro II, no Centro de São Paulo.
O corpo foi encontrado por pessoas que passavam na região e chamaram o Samu para fazer o atendimento. Ao chegarem no local, os socorristas registraram a morte da vítima.
Segundo a Polícia Militar, só a perícia poderá atestar o motivo da morte, mas a principal hipótese é que o homem tenha sofrido problemas relacionados ao frio, já que a cidade de São Paulo enfrentou uma madrugada de temperaturas muito baixas.
Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a rede de estações meteorológicas da Prefeitura de São Paulo registrou a média de 8ºC na cidade na manhã de ontem.
Os bairros de Capela do Socorro e Marsilac, no extremo sul da cidade, observam 2ºC e 1ºC, respectivamente.
A ocorrência será registrada na região do 1º Distrito Policial da Sé, encarregado dos registros policiais na região. Até as 08h20, o corpo permanecia no local a espera dos peritos da Polícia Civil.
No final de junho, o Movimento Estadual dos Moradores em Situação de Rua denunciou que 
sete moradores de rua haviam morrido na cidade de São Paulo na última semana do mês, por conta do rigoroso frio na capital paulista.
Segundo o movimento, quatro dessas mortes ocorreram na madrugada de 30 de junho, registrada até então como 
a mais fria dos últimos cinco anos na cidade, quando os termômetros no município chegaram a 6º C.
Ainda de acordo com o movimento, três dos moradores estavam na Praça da Sé, um na Baixada do Glicério, um próximo ao Metrô Tiradentes, na região central da cidade, e dois na Barra Funda, na Zona Oeste.
Por causa do inverno rigoroso, a Prefeitura de SP 
iniciou mais cedo neste ano o plano anual que acolhe moradores de rua no frio. O programa 'Baixas Temperaturas 2021' começou no final de abril e fica em vigor até 30 de setembro.
Ele prevê a intensificação da abordagem a moradores de rua expostos ao frio e aos temporais sempre que a temperatura na cidade atingir o patamar igual ou inferior a 13ºC, ou sensação térmica equivalente.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29774

views

80129

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp