25/06/2021 às 11h01min - Atualizada em 25/06/2021 às 11h01min

Seleção feminina de vôlei enfrenta Estados Unidos na final da Liga das Nações de olho nas Olimpíadas

Brasil derrotou o Japão nesta quinta-feira e chega a segunda final consecutiva da Liga das Nações contra os Estados Unidos, nesta sexta-feira (25)

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
Diário do Nordeste
Divulgação
A Liga das Nações (VNL) representa para o calendário do vôlei nacional, este ano, a última oportunidade de avaliação e preparação dos atletas, antes da principal disputa de 2021: as Olimpíadas. Independente do resultado, o que está em jogo é a definição de quem está em melhores condições para representar o Brasil em Tóquio. 
Buscando chegar ao ideal do que seria o time principal, após 16 partidas, a seleção feminina conseguiu também a vaga na final e volta a encarar aquela que é tida como uma das favoritas ao título olímpico: a equipe dos Estados Unidos, assim como foi na última edição disputada, em 2019. Desbancar, nesta sexta-feira (25), o único campeão da VNL (foram duas edições) é bônus, o grande objetivo do grupo está logo mais à frente, nos Jogos que começam em menos de um mês. 
Cerca de um mês também é o tempo que as atletas estão vivendo em um 
esquema de bolha. As 18 jogadoras da seleção brasileira de vôlei e a comissão técnica chegaram a Rimini, na Itália, em 21 de maio e, desde então, vivem uma rotina de jogos, treinos e descanso em um hotel, podendo no máximo ir à praia exclusiva que fica na frente do local onde estão hospedadas.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29902

views

80399

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp