20/07/2017 às 21h42min - Atualizada em 20/07/2017 às 21h42min

Combustível com aumento de imposto já chegou aos postos

Com alta de PIS e Cofins sobre combustíveis, valor do litro deve ficar R$ 0,41 mais caro; repasse ao consumidor é decisão de cada posto de combustível

Os postos de combustíveis do país já receberam das distribuidoras o repasse do aumento do PIS e Cofins nos preços, informou o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo (Sincopetro), José Alberto Gouveia. O aumento foi anunciado pelo governo.
O governo anunciou o aumento da alíquota de PIS e Cofins sobre a gasolina, o etanol e o diesel. A tributação sobre a gasolina mais que dobrou, subindo R$ 0,41 por litro.
A decisão sobre o repasse ao consumidor final, contudo, é de cada posto de combustível. Se houver o repasse integral, a gasolina deve custar aos motoristas R$ 0,89 para cada litro de gasolina, se levada em consideração também a Cide, de R$ 0,10 por litro.
“Vai ter posto com estoque baixo que subirá os preços de imediato, enquanto outros tentarão segurar um pouco, porque o mercado está muito competitivo”, afirma Gouveia, acrescentando que os R$ 0,41 de aumento "assustaram" o setor, que esperava uma elevação na faixa de R$ 0,10.
Na avaliação do presidente do Sincopetro, o aumento deve desaquecer o consumo nos postos. "O mercado já estava fraco e, diante dessa elevação, a expectativa é de uma queda maior nas vendas".
Procurado, o Sindicom (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes) não se posicionou sobre o aumento.
 
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29902

views

80399

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp