10/02/2022 às 10h07min - Atualizada em 10/02/2022 às 10h07min

Robson Bambu, do Corinthians, é acusado de estupro de vulnerável

Jogador se manifesta e diz ser inocente; clube vai esperar apuração dos fatos

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
GE
Divulgação

O zagueiro Robson Bambu, contratado no mês passado pelo Corinthians e que ainda não foi inscrito pelo clube no Campeonato Paulista, é acusado de estupro de vulnerável por uma mulher de 25 anos.

Os fatos teriam ocorrido na manhã de 3 de fevereiro, quinta-feira passada, após Robson Bambu, um amigo e duas garotas terem curtido a noite em uma casa noturna no Tatuapé, bairro da Zona Leste de São Paulo. Segundo relatos das mulheres, houve consumo de bebida alcóolica na festa e, na sequência, eles se dirigiram a um hotel da região.

No registro, feito na 4ª Delegacia de Defesa da Mulher - Norte, a garota que acusa Robson de estupro diz que passou a noite com o amigo do zagueiro, numa relação consensual, enquanto uma amiga esteve acompanhada do jogador de futebol.

A autora da denúncia diz que pegou no sono e que, ao acordar, surpreendeu-se com o jogador "deitado sobre ela, nu, e que ele introduzia o dedo em sua vagina".

Ela contou ainda que o amigo de Robson Bambu, de apelido Pezinho, com quem ela havia mantido relações sexuais, estava no quarto observando o ato.

A vítima diz que empurrou o jogador, saiu do local e procurou sua colega em outro quarto. O zagueiro teria negado a prática de violência sexual e dito: "Eu tenho filha mulher, eu não ia fazer isso com você."

Na sequência, de acordo com o relato, as duas deixaram o hotel num carro de aplicativo.

Uma amiga da denunciante também prestou depoimento à Polícia Civil de São Paulo. Ela conta que manteve relação consensual com o jogador quando eles chegaram no hotel, depois das 6h30.

Ela diz que acordou sozinha no quarto por volta das 11h30, e que ouviu batidas na porta da amiga, dizendo que havia sido abusada sexualmente. A amiga da denunciante conta ainda que Robson Bambu insistiu que não havia praticado violência contra a jovem.

As duas mulheres informaram à polícia que, tanto o hotel quanto a casa noturna contam com câmeras de segurança. A autora da denúncia realizou exames periciais.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

30227

views

81167

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp