03/02/2022 às 12h17min - Atualizada em 03/02/2022 às 12h17min

Suspeita de gravar vídeo de assassinato e fazer post zombando sobre buscas por ela é presa em MT

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
NX7
Divulgação

Emanuely Sousa, de 19 anos, que estava sendo procurada pela polícia por suspeita de gravar um vídeo do assassinato de Gediano Silva, de 19 anos, na quarta-feira (25), em Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá, foi presa nesta quarta-feira (2). De acordo com a Polícia Civil, ela foi localizada em uma residência, no bairro Alvorada, utilizada como ponto de tráfico de drogas.

Ela foi presa em flagrante por tráfico de drogas e pelo homicídio qualificado. A “Princesinha Macabra”, como ficou conhecida, fez uma postagem nas redes sociais na terça-feira (1) zombando das buscas por ela.

Emanuely publicou um vídeo, respondendo à seguinte pergunta enviada por um amigo de rede social: “Está com o rabo entre as pernas com medo de ser presa?”, ela aparece com a expressão de que não estava se importando nenhum pouco em ser encontrada pela polícia.

Polícia fala em briga entre facções

O crime teria sido motivado por uma briga entre facções. De acordo com a Polícia Civil, ela é suspeita de gravar um vídeo da execução de Gediano. 

Ela não aparece no vídeo, mas é suspeita de ser a ‘dona da voz’ que pede que os homens que estão no local matem o jovem com uma faca. O vídeo circulou nas redes sociais e a polícia confirmou que, de fato, é do assassinato de Gediano.

O principal suspeito de matar e decapitar Gediano foi preso na quarta-feira (26), em Lucas do Rio Verde. Outros suspeitos, também já foram identificados e estão sendo procurados.

Entenda o caso

Gediano foi assassinado após avisar a família que sairia do trabalho para vender um celular, no dia 25 de janeiro. Horas depois, moradores da cidade encontraram a cabeça dele jogada em um contêiner de lixo e o corpo jogado no Rio Piranhas, um dia depois.

Testemunhas disseram à polícia que a cabeça foi arremessada de dentro um carro, ainda não identificado.

Segundo a polícia, o crime foi motivado por uma disputa entre facções criminosas que atuam no município.

O principal suspeito da execução do jovem foi preso um dia depois. Com ele, foram encontrados o carro usado no crime e uma arma, segundo a polícia.

No veículo havia vestígios de sangue humano. O suspeito foi autuado pelo homicídio qualificado. Ele também foi identificado como sendo autor de outro crime, a morte de um adolescente no dia 24 de janeiro.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29774

views

80129

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp