20/01/2022 às 11h51min - Atualizada em 20/01/2022 às 11h51min

Helicóptero que caiu em Florianópolis é retirado da praia

Três pessoas estavam na aeronave e tiveram ferimentos leves. Acidente ocorreu pouco depois das 17h, próximo à faixa de areia da praia de Canasvieiras.

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
g1
Divulgação

O helicóptero caiu no mar na praia de Canasvieiras, em Florianópolis, no fim da tarde de quarta-feira (19) foi retirado da água entre a noite e madrugada desta quinta-feira (20). A informação foi confirmada pela Guarda Municipal da Capital, Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) e Corpo de Bombeiros Militar. Três pessoas estavam na aeronave e tiveram ferimentos leves.

Apesar de a queda ter ocorrido próximo à faixa de areia, nenhum banhista foi atingido. O acidente ocorreu pouco depois das 17h.

A aeronave fazia turismo e táxi aéreo. O voo durava cerca de cinco a 10 minutos e ocorria diariamente no Norte da Ilha de Santa Catarina.

Segundo o Comando do Corpo de Bombeiros de Florianópolis, a praia está liberada para os banhistas sem restrições. Não foi constatado grandes volumes de óleo ou combustível e todos os destroços visíveis foram retirados.

Investigação

A Aeronáutica informou que investigadores do Quinto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA V), que faz parte do Cenipa, foram acionados para a ocorrência. No primeiro momento, os servidores do órgão "identificam indícios, fotografam cenas, retiram partes da aeronave para análise, ouvem relatos de testemunhas, reúnem documentos".

A Aeronáutica afirmou que não existe prazo de tempo previsto para essa atividade ocorrer.

"O objetivo das investigações realizadas pelo CENIPA é prevenir que novos acidentes com características semelhantes ocorram. A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os fatores contribuintes", escreveu o órgão em nota.

As vítimas, segundo o 1º tenente do Corpo de Bombeiros Militar Roberto Rosa Machado, eram turistas e tiveram ferimentos leves. Elas foram transportadas para as unidades de pronto atendimento próximas.

Ainda, segundo o tenente, as informações repassadas são de que o piloto precisou fazer um pouso de emergência e "em relativa segurança", por consequência de um pane no motor.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29902

views

80399

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp