20/12/2021 às 10h42min - Atualizada em 20/12/2021 às 10h42min

Polícia apura denúncia de racismo contra professora que sugeriu a aluna negra que alisasse cabelo para 'agradar meninos'

Professora de escola estadual de Jundiaí (SP) teria dito que meninas precisam se cuidar mais para agradar meninos e citou aluna negra de 12 anos, com cabelo crespo, sugerindo que ela deveria fazer chapinha. Família registrou boletim de ocorrência.

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
g1
Divulgação

A Polícia Civil e a Secretaria de Educação investigam uma denúncia de racismo que teria ocorrido em uma escola estadual de Jundiaí (SP).

Uma professora de geografia teria dito que as meninas precisam se cuidar mais para agradar os meninos e citou uma aluna negra de 12 anos, com cabelo crespo, sugerindo que ela deveria fazer chapinha.

Além disso, a docente teria dito que "olhos claros não combinam com cabelo crespo" e que a aluna deveria "fazer um alisamento ou passar um creme porque o cabelo estava muito bagunçado".

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela família, a menina ficou constrangida com a situação e postou um vídeo nas redes sociais, dizendo que tem orgulho do próprio cabelo.

A Secretaria de Educação informou que não compactua com este tipo de situação e que o contrato com a professora foi encerrado.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

32527

views

86686

Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp