22/11/2021 às 12h02min - Atualizada em 22/11/2021 às 12h02min

Moradores de bairro do Rio de Janeiro retiram oito corpos após operação da PM

Defensoria Pública afirmou receber relatos de violência na ação

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
Correio do Povo
Divulgação

O Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro, teve mais um dia de confronto entre policiais militares e criminosos. Segundo a PM, a tarde desse domingo foi marcada por um ataque em zona de mangue. Pela manhã desta sgunda-feira, de acordo com os moradores, foram retirados ao menos oito corpos de vítimas baleadas no tiroteio. 

No sábado, o sargento Leandro da Silva, de 38 anos, morreu durante uma operação no local. Ele foi o 52º policial militar morto em 2021 no estado do Rio, de acordo com levantamento do Instituto Fogo Cruzado. 

Além do policial e outros suspeitos, a moradora Carmelita Francisca de Oliveira, de 71 anos, foi atingida no primeiro dia de confronto. Ela foi socorrida por vizinhos e levada para o Hospital Estadual Alberto Torres. A Secretaria Estadual de Saúde informou que a paciente foi medicada e já recebeu alta.

Segundo a Secretaria de Polícia, a ação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) no domingo aconteceu depois de a PM receber a informação de que um dos criminosos envolvidos no assassinato do sargento estaria ferido dentro de uma das comunidades.

A Polícia Militar disse que apreendeu duas pistolas, munições e carregadores de fuzis e pistolas, uniformes camuflados e drogas. A ocorrência foi encaminhada para registro na 72ª DP (São Gonçalo). 

A Defensoria Pública do Rio de Janeiro afirmou que recebeu relatos de violência na operação ainda durante a madrugada desta segunda-feira. "A instituição informa que está em contato com as lideranças locais e que irá à comunidade hoje, às 14h, prestar orientações jurídicas às vítimas e seus familiares", completou. 



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29902

views

80399

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp