18/11/2021 às 11h07min - Atualizada em 18/11/2021 às 11h07min

Polícia detém casal suspeito de espancar e torturar menino autista de 8 anos em bairro de Sorocaba

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
São Roque Notícias
Divulgação

Um casal suspeito de espancar e torturar o menino autista de oito anos que foi encontrado gravemente ferido depois de desaparecer em Sorocaba foi detido na tarde de ontem quarta-feira, 17.A informação foi divulgada pela família da vítima.

O casal suspeito de praticar as agressões foi conduzido ao 4° Distrito Policial, onde presta depoimento. O homem teria confessado as agressões.

Na segunda-feira, 15, o casal já tinha sido ouvido na delegacia, porém, inicialmente não foi encontrada nenhuma prova que colocasse a dupla no caso. No local, foram apreendidos alguns itens, como imagens de câmera de segurança, facão e tesoura.

A vítima foi encontrada na madrugada de segunda-feira,15, por volta das 2h30, no bairro Nova Esperança. O menino segue internado no Hospital Regional. O Conselho Tutelar acompanha o caso.

Segundo a família, o garoto estava machucado e completamente desnorteado quando foi encontrado por um morador de rua e levado para uma adega, onde a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados.

Um pedaço da orelha dele foi arrancado e a suspeita é de que o garoto tenha sido mutilado por uma faca ou algum outro objeto cortante, além de ter levado socos por todo o corpo. Segundo apurado, as agressões duraram cerca de seis horas.

Conforme parentes, momentos antes de desaparecer, o menino pediu para a mãe uma caneta azul para desenhar. Quando a família se deu conta, ele tinha sumido.

A mãe então foi às ruas para procurar pelo filho, pedindo ajuda para parentes e vizinhos. Em seguida, foi até a delegacia para registrar um boletim de ocorrência de desaparecimento. No dia seguinte, a criança foi encontrada.

O menino contou que havia parado em frente a uma casa no bairro para arrumar uma câmera de segurança que estava torta, quando foi abordada por um homem e uma mulher, que o agrediram.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

29774

views

80129

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp