18/11/2021 às 10h52min - Atualizada em 18/11/2021 às 10h52min

Jovem diz ter sido agredido por médico durante convulsão em hospital de Salto: 'Humilhado'

Guilherme Henrique da Silva contou que levou socos no rosto após bater a cabeça no médico durante uma crise convulsiva. Mãe afirmou que o profissional disse que tinha agredido o rapaz porque 'não se tratava de uma crise psiquiátrica, e sim por uso de drogas'.

- gazeta.redacao@yahoo.com.br
g1
Divulgação

Um jovem de 21 anos registrou um boletim de Um jovem de 21 anos registrou um boletim de ocorrência contra um médico de um hospital municipal de Salto (SP) por agressão.

Guilherme Henrique da Silva contou que estava em uma festa e começou a passar mal. Ele afirma que ingeriu bebida alcoólica e que faz uso de remédios controlados.

Uma amiga do rapaz teria avisado a mãe dele e, em seguida, acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Guilherme alega que não tinha tomado o remédio no dia da festa mas que, mesmo assim, teve convulsão.

Ao chegar ao pronto atendimento do Hospital Municipal Monte Serrat, o rapaz foi colocado em uma maca e levado para a emergência.

De acordo com o relato de Guilherme à polícia, por conta da convulsão, o jovem acabou batendo a cabeça no médico. O profissional, então, teria revidado com socos e tapas, acertando o rosto do rapaz.

A mãe do jovem contou que o médico também disse que agrediu Guilherme porque "não se tratava de uma crise psiquiátrica, e sim por uso de drogas".

"Estou me sentindo muito mal e humilhado. Nunca fui tratado dessa forma, principalmente em um lugar que deveria prestar socorro, e não causar lesões e traumatizar as pessoas", afirma o rapaz.

Guilherme fez o exame de corpo delito e aguarda o resultado.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
visitas

30349

views

81464

Qual melhor candidato?

0%
100.0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp